Historial

Numa noite de Inverno do ano de mil novecentos e noventa e seis, agraciada pela esplêndida luz da lua cheia, quarenta e um amigos decidem ir dar um passeio até à Foz, mais propriamente ao Castelo do Queijo. Eram três horas e trinta minutos, quando por instinto se dirigem para uma das muitas roulotes que por lá existem. Entre um «cachorro e uma bebida», nasce neles um outro tipo de «fome» - a fome da cultura.

Se bem o pensaram, melhor o fizeram... e ali, logo, acordaram na necessidade de se manterem unidos trabalhando em prol da cultura do recreio e do desporto. Mas depressa a união esbarrou na ilegalidade, vendo-se então forçados, a criar e legalizar algo que não estava nas suas intenções.

 

Assim nasce a A.C.R.A.V. - Associação Cultural e Recreativa «Os Amigos Vilarenses», no seio dos seus quarenta e um fundadores.

Daí à primeira «assembleia à doque» foi um passo; e em quatro de Janeiro de mil novecentos e noventa e sete são eleitos os primeiros Corpos Gerentes.

Nasce aquela que se apresenta, como uma alternativa credível nos campos cultural recreativo e desportivo, em Vilar do Paraíso, com provas dadas neste já ano e meio de existência e com cerca de 200 associados efectivos.

Volvidos três anos desde a sua fundação, e desde junho de 1999 em Sede própria cedida protocolarmente pela Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, a ACRAV tem no seu espólio um grupo de baile, um grupo de musica popular portuguesa, uma banda rock uma equipa de futsall, outra de ténis de mesa, o seu corpo cénico desenvolve actividades como o teatro declamado, o teatro de revista, programas de variedades,  rusgas de S. João, sendo também e até à data,  responsável pela realização dos Jogos da Juventude em Vilar do Paraíso.

 

Se deseja fazer parte deste projecto, contacte-nos... será um prazer recebê-los na nossa humilde Sede social.